Concentração de Engenheiros em Minas Gerais

Uma das principais preocupações que se tem ao investir em um novo empreendimento é buscar entender quais são as características do meio no qual o projeto estará vinculado. Para tanto, uma ferramenta fundamental nessa análise é a pesquisa de mercado.

Uma das principais preocupações que se tem ao investir em um novo empreendimento é buscar entender quais são as características do meio no qual o projeto estará vinculado. Para tanto, uma ferramenta fundamental nessa análise é a pesquisa de mercado.

No seguinte projeto buscamos compreender como está distribuída a população de engenheiras e engenheiros civis no estado de Minas Gerais. Realizado um levantamento pelos dados do CREA-MG podemos analisar a quantidade de profissionais que possuem certificado ativo para assinar projetos na área de Eng. Civil e são residentes mineiros. Tal pessoal encontra-se distribuído da seguinte maneira pelo estado.

Note as concentrações em cidades específicas.

Figura 1- Dados do CREA MG

Selecionando informações relevantes sobre as 25 cidades com mais engenheiros, temos:

Cidade População 2010 Valor Adicionado ao PIB (R$1.000) Engenheiros Civis Nº de cursos de Eng. Civil
Belo Horizonte 2375151 75843474 408 28
Uberlândia 604013 22111412 44 6
Uberaba 295988 10188220 35 4
Montes Claros 361915 7034466 33 6
Contagem 603442 21926626 29 2
Ipatinga 239468 8071932 23 3
Governador Valadares 263689 4611824 20 3
Nova Lima 80998 8558059 19 0
Teófilo Otoni 134745 1987682 16 3
Itajubá 90658 2306424 15 2
Sete Lagoas 214152 6557011 14 4
Araxá 93672 4182707 13 1
Betim 378089 16077866 13 1
Divinópolis 213016 4728296 12 2
Lagoa Santa 52520 1415645 11 0
Passos 106290 1923510 11 1
Ouro Preto 70281 5628363 10 1
Itabira 109783 5369109 9 1
Coronel Fabriciano 103694 1371631 8 1
Janaçeba 66803 771398 8 1
Pouso Alegre 130615 4891900 8 0
Araguari 109801 3160881 7 1
Campo Belo 51544 761819 7 0
Timóteo 81243 2418622 7 0

À primeira vista acreditamos que a concentração de engenheiros com CREA MG está intrinsecamente relacionada com a quantidade da população local ou com a magnitude da riqueza que circula na cidade. É de se esperar que regiões com tais características possuam um mercado favorável à manutenção das atividades de um engenheiro civil. Entretanto, pesquisando de maneira mais atenta podemos perceber que a realidade não é bem essa.

Olhando para a distribuição da quantidade de engenheiros por cidades e a população da respectiva cidade, temos:

Agora, observando a distribuição da quantidade de engenheiros por cidades e o valor adicionado ao PIB por cidade:

O que podemos notar nessas distribuições é que a concentração populacional de engenheiros só passa a ser significativo quando o município apresenta um determinado grau de produção de riqueza e de adensamento populacional, a partir de então, a quantidade de engenheiros cresce junto com o PIB municipal e com a população local.

Um dos fatores que explicam essa característica é o fato de que a Engenharia Civil é um ramo extremamente técnico, havendo a necessidade da existência de faculdades que ofereçam a formação do profissional dessa área. Logo na seguinte distribuição podemos ver essa relação, quanto mais cursos de Engenharia Civil são oferecidos por cidade, maior será a concentração de profissionais nessa região.

Para as três distribuições apresentadas foram desconsideradas a cidade de Belo Horizonte e as cidades que não apresentam pelo menos um engenheiro registrado. O ponto aqui é analisar o crescimento das variáveis, esses outliers poluem a nossa visualização.

Outro ponto interessante a se notar é que, segundo os dados, muitos são aqueles que podem assinar obras em Minas Gerais (possuem o CREA MG) e não estão em Minas Gerais. Algo não tão surpreendente. É de se esperar que Engenheiros permaneçam localizados onde o acesso à recursos para o desenvolvimento de suas atividades sejam mais abundantes e não é necessário que o profissional da Engenharia Civil more no local onde os empreendimentos por ele realizado.

Nessa tabela podemos enxergar como os Engenheiros Civis com CREA MG estão distribuídos pelo país:

Feita todas essas observações podemos entender com mais propriedade como os profissionais desse setor estão localizados no estado de Minas Gerais e até mesmo no país. Qualquer tipo de empreendimento que visa trabalhar com esse público alvo deve ter essas informações em mente antes de iniciar qualquer investimento significativo, sendo a pesquisa de mercado peça fundamental para concepção de estratégias de negócio.